A ocupação da cidade e as intervenções urbanas são a direção para a coleção inverno 2018 da Patogê.

Nosso cenário ideal? O metrô das grandes metrópoles. O local de encontros, chegadas e partidas. Local também de manifesto e que liga os principais pontos dos grandes centros urbanos, onde explorar a cidade tornou-se o “novo quintal”.

Avenidas e praças são tomada por diferentes grupos,  para prática de esportes, encontro para festas e principalmente manifestar em prol de algo melhor. Além de ser uma enorme tela para expressar arte.

A cartela é construída no estilo urbano e rocker com fundos em preto e cinza.  Vermelho, mostarda, laranja queimado, verde, marrom e os azuis na malharia fio índigo são o ponto de cor.

Expressões tiradas do grafite e lambe-lambe são traduzidas nas frases das t-shirts, criando um clima descolado com decotes recortados e aplicações de tecidos transparentes e bordados.

Lavagens destruídas víntage e manchadas que imitam ferrugem reforçam a personalidade da coleção.

O jeans se renova com acabamentos pensados que parecem customização com recortes localizados, desfiados, abotoamentos na lateral e bordados ornamentam as peças.

A jaqueta jeans é a  peça chave da estação onde ganha zíper nas mangas, as vezes curta  e com efeito desfiado e aplicações de ilhoses, além de bordados e pêlo colorido na gola com botões para brincar de põe e tira.

Quem fez a campanha?

Fotos: Márcio Rodrigues

Styling: Mariana Sucupira

Beleza: Andrea Alencar

Direção de Arte: Andrea Paiva

Modelos: Ellen Milgrau e Baptiste Demay

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentários 94