No dia mundial do jeans, não poderíamos deixar de falar dessa peça que faz parte do nosso dia a dia. Então vem conhecer mais sobre a história do nosso querido denim!

É claro que uma peça tão emblemática no mundo da moda não poderia ficar sem um dia comemorativo especial só para ela, certo? O dia 20 de Maio ficou conhecido como o dia mundial do jeans! Desde os tempos do garimpo dos EUA em 1860 (na época da corrida do ouro) até os dias de hoje, o jeans nos acompanha no nosso dia a dia.

E muita água já rolou desde então. O jeans que antes era usado só pelos trabalhadores (como uniforme resistente) ganhou o coração de celebridades e ganhou um status fashion ao longo dos anos. Ufa! Ainda bem, né?

Vamos ver mais sobre essa história?

. Quando surgiu o jeans?

As calças jeans foram criadas por Jacob W. Davis e Levi Strauss em 1871, mas só foram patenteadas em 20 de maio de 1873.

Tudo começou quando eles não conseguiam mais vender o tecido marrom que era usado nas carroças na época da corrida do ouro. (a referência faroeste te lembra algo?). Então eles resolveram dar outra utilidade para o tecido e criar calças para o pessoal que trabalhava no garimpo, já que eles precisavam de roupas resistentes.

BINGO! A ideia pegou e quando as calças foram patenteadas, já tinham ganhado o reforço de rebites, que ajudavam a prender os bolsos e suportar o peso das pepitas de ouro.

A peça jeans começou a se popularizar

Em 1910 os dois bolsos traseiros foram adicionados e foi justamente nessa época que o nosso querido denim deixou de ser só um uniforme resistente pro trabalho e começou a ganhar popularidade.

A imagem dos caubóis dos filmes de faroeste, dos soldados americanos na Segunda Guerra e dos astros de Hollywood e as grandes estrelas da música americana deram o empurrãozinho que a moda jeanswear precisava para deslanchar. Nomes importantes como Marilyn Monroe, Marlon Brando e Elvis Presley apareceram na mídia usando o JEANS

 

. O jeans nos anos 70 e 90

Depois o movimento hippie deu uma grande contribuição para a história do jeans! Com sua mensagem de paz e amor, eles adotaram o jeans para passar uma ideia de contestação e rebeldia. O primeiro estilista a perceber esse caráter político do tecido foi Calvin Klein, que usou o denim na passarela ainda na década de 70.

Nessa mesma década um modelo que ganhou destaque foi a calça flareimortalizado pela atriz Farrah Fawcet, do filme As Panteras. O modelo estourou em vendas na época! <3 (Reparem que hoje em dia ela voltou com tudo!)

Já nos anos 1990 o DENIM foi sucesso absoluto! A peça virou febre e foi parar nas araras em forma de  jardineiras, shorts, saias e jaquetas que caíram no gosto popular dos jovens. E adivinha qual foi o look queridinho da época? SIM! O look all jeans calça jeans + jaqueta jeans.  <3 <3 

.O Jeans HOJE

De lá pra cá, o jeans ganhou várias formas, lavagens, efeitos e acabamentos! Um grande marco da história do jeans foi quando ele ganhou elastano, que deixou a peça muito mais confortável e justa no corpo. E sabe quem mais contribuiu para a popularização do jeans skinny e cintura baixa? A Britney Spears!

Aqui no Brasil o modelo foi adotado pelas dançarinas de funk por ser uma calça com bastante elasticidade que dava maior poder de movimento, sem contar com a sensualidade.

Hoje em dia, o jeans segue passando por muitas transformações. Quem nos acompanha sabe que as mais recentes mudanças tem a ver com a incorporação de tecnologia ao material. Já existe jeans resinado que imita couro, o Emana (pra reduzir celulite), jeans com detonados, entre tantos outros.

E nossa paixão continua sendo o jeans, afinal é o que fazemos de melhor! <3

Comentários 94

Mãe é uma das pessoas mais importantes de nossas vidas e merece ser mimada no dia das mães (e em todos os outros), né? Então esqueça o jogo de panelas ou qualquer outra coisa que não seja única e exclusivamente para ela. Presente pra casa você deixa pro chá de panelas do(a) amigo(a), certo?? rsrs

Pensando nesta data tão importante, reunimos várias sugestões de looks lindíssimos que vão deixar sua mãe ainda mais estilosa, independente do estilo dela. Seja clássica, atleta ou descolada, a gente te ajuda a escolher o presente que mais combina com ela! <3

1- A mãe esportista

Se sua mãe é daquelas que não abre mão do conforto, adora ir pra academia e gosta de usar um bom moletom em casa ou na rua, temos uma novidade pra você: a tendência Athleisure está super em alta! Já foi até pauta pro nosso blog.

A grande sacada é saber misturar as peças e montar looks inusitados e estilosos. Vale usar uma calça jogger de moletom com um sapato de salto, por exemplo!

2- Mãe Clássica ou Executiva

Se sua mãe é elegante, gosta de usar roupas mais executivas e é daquelas que trabalha em locais mais sérios, ela provavelmente vai gostar de ganhar uma calça FLARE, uma saia lápis de couro fake, uma camisa ou mesmo uma bolsa.

3- Mãe Descolada ou Rocker

Sua mãe é a mais moderninha e descolada de todas? Ela gosta de usar roupas com uma pegada mais roqueira? Ela vai amar um jeans detonado, com desfiados, t-shirts, jaqueta jeans…

Bermuda Black com t-shirt

Colete Jeans cool

 

Blusa em malha mescla grafite

Agora você já sabe o estilo que mais combina com sua mãe, aproveite para ganhar um super desconto na nossa loja online! Tá rolando promoção do dia das mães, sabia?

GANHE R$ 50 + FRETE GRÁTIS
 
REGRA: *Desconto não cumulativo válido para compras acima de R$ 300 (trezentos reais) realizadas em loja.patoge.com.br de 30/04 a 13/05/2018. Exceto aba SALE. Frete grátis via PAC.
Cupom: LEVACASACO
Comentários 94

Sabe aquela peça mara que parece couro mas é muito mais confortável?

A sarja resinada (ou leather denim) garante o estilo que você precisa, só que com muito mais conforto e sustentabilidade, sabia?

couro sempre teve uma conotação mais misteriosa e fetichista, as vezes com uma pegada rocker, outras vezes com uma certa elegância! Por ser um artigo têxtil extremamente querido, muitas pessoas têm questionado seu uso por ser altamente agressivo aos animais. Uma boa alternativa para quem gosta desse tecido, mas não é adepta da versão sintética é o jeans com aspecto de couro ou ainda o jeans resinado.

Para que o “leather denim” ou a sarja resinada passe realmente a sensação de ser uma peça de couro a lavagem deve ser manter o tom original, apenas amaciando a peça, e o acabamento é realizado como de qualquer outra peça de jeans. A tonalidade preta é a mais comum para esse tecido, mas pode ser bodô, cinza, marinho…

Várias modelos como calças, saias e shorts ganharam espaço nas araras da Patogê, pois é uma ótima opção para substituir o couro não só no que se diz respeito à questão de sustentabilidade, mas também no custo da peça que chega diminuir até 75%.

Comentários 94

Sabe aquele look basicão, de calça jeans e camiseta? Ele pode ganhar outro olhar quando combinado com a terceira peça!

Sim! A terceira peça tem o poder de transformar uma produção totalmente! Pode ser um colete, uma jaqueta jeans, um quimono, um lenço…

A ideia não é necessariamente tampar o frio ou aquecer. Ela tem várias funções, como criar duas linhas verticais emagrecendo visualmente quem tenha esse objetivo. Ou até mesmo velar os quadris de quem não gosta de mostrar muito essa região.

Coletes

Essa peça é tudo de bom! Vai bem no verão e no inverno! O colete mais cumprido alonga e os jeans, por exemplo, combinam com tudo. O look fica mais despojado e interessante.

Podem ser combinados com vestidos, shorts, calças…

Jaqueta Jeans

Peça essencial no guarda roupa, pois além de tampar o friozinho, é super estilosa!

Já tentou amarrar a terceira peça na cintura? Fica lindo com um short jeans! As camisas também podem fazer esse papel (camisa jeans, xadrez, moletom…)

 

 

 

Comentários 94

Para quem ama o mundo da moda e saca tudo de música boa, deve ter acompanhado as news do festival de música mais descolado e fashion dos últimos tempos, que começou no último fim de semana, na Califórnia!

Acontece que o Coachella 2018 foi quase que um desfile de moda, só que sem passarela. Várias celebs marcam presença no evento e arrasam nos looks. Cada uma mais ousada e maravilhosa que a outra. Além dos vários shows legais (com direito a Beyonce, inclusive), várias trends se reafirmaram (o caso do eterno DENIM) e outras ainda mostraram que podem sim conquistar um lugar nos nossos corações! (como os looks brancos e a calça cargo que promete voltar com tudo)

Pensando nisso, fizemos uma seleção de looks JEANS que marcaram presença no festival, quer ver?

Peça mais que democrática, o denim é a escolha certa! Combina com tudo, remete ao conforto (necessário em festivais muito longos) e tem cadeira cativa em nossos corações! <3

A musa Alessandra Ambrósio estava com uma jaqueta jeans, toda trabalhada nas franjas coloridas. 

Comentários 94

Você sabia que dia 13 de Abril é o dia do BEIJO?

E para celebrar esse ato de afeto que todo mundo ama, selecionamos 5 curiosidades sobre o beijo que ninguém te contou!

1- A estátua beijoqueira

Diz a lenda que no final do século XIX atribuíam à estátua do soldado italiano Guidarello Guidarelli, obra do século XVI assinada por Tullio Lombardo, o poder de arranjar casamentos fabulosos a todas as mulheres que a beijassem. Desde então, mais de 7 milhões de bocas já tocaram a escultura em Veneza.

2- Súdito, beije meus pés!

Em Roma existiam 3 tipos de beijos: o basium, trocado entre conhecidos; o osculum, dado apenas em amigos íntimos; e o suavium, que era o beijo dos amantes. Os imperadores romanos permitiam que os nobres mais influentes beijassem seus lábios, enquanto os menos importantes tinham de beijar suas mãos. Os súditos podiam beijar apenas seus pés.

3- Beijo dava cadeia

Em 1439, o rei Henrique VI proibiu os beijos na Inglaterra para evitar a proliferação de doenças. Oliver Cromwell, no século XVII, proibiu que fossem dados beijos aos domingos na Inglaterra. Os infratores eram condenados à prisão. Em 1909, um grupo de americanos que consideravam o contato dos lábios prejudicial à saúde criou a Liga Antibeijo.

4- Onde surgiu?

A verdade é que não se sabe ao certo exatamente quando ou como ocorreu o primeiro beijo da história, mas as evidências mais antigas na literatura são atribuídas à textos indianos, que datam de 2500 antes de Cristo. As referências mais antigas de beijos foram esculpidas por volta de 2.500 a.C. nas paredes dos templos de Khajuraho, também na Índia.

5- Bora queimar calorias

No beijo são movimentados 29 músculos da face. Estima-se que em toda vida as pessoas dão cerca de 24 mil beijos. Um beijo de língua tem o poder de queimar até 12 calorias em 10 segundos.

E a CURIOSIDADE EXTRA e mais interessante de todas:

GANHE R$ 50 + FRETE GRÁTIS na Patogê para celebrar! 

REGRA: *Desconto não cumulativo válido para compras acima de R$ 300 (trezentos reais) realizadas em loja.patoge.com.br de 12 a 15/04/2018. Exceto aba SALE. Frete grátis via PAC.

Cupom: BEIJOMELIGA

FONTE: aqui

 

Comentários 94

Vocês já devem ter reparado que a pegada esportiva invadiu de vez o guarda roupa feminino no mundo todo, certo? Cada vez mais os tênis estão substituindo os saltos, calças joggers (que já fizemos várias) em jeans confortável e as peças de moletom (que até ganharam um post por AQUI).

CALÇA JOGGER EM MOLETOM PRETO

Conhecida como Athleisure (junção entre as palavras athletic + leisure), a TREND é uma resposta para a turma que não abre mão da praticidade e do conforto. <3

A grande sacada é saber misturar tendências e montar looks inusitados e estilosos. Tente usar sua calça de botões laterais com uma peça de luxo por exemplo.

dica: macacão de moletom confortável combinado com salto alto 😉

E sabe onde mais essa moda pegou? No festival Lollapalooza que rolou recentemente.

A tendência esportista marcou presença nos dois primeiros dias do festival. A calça esportiva com aberturas laterais (aquelas mesmas que Adidas e Nike faziam nos anos 1990, sabe?) são conhecidas como “tear-away”, algo como “fáceis de arrancar” por causa dos botões. E aqui na Patogê a gente fez a nossa versão no JEANS (é claro!)

nossa versão jeans da calça de botões

 

O objetivo é criar um look que, apesar de confortável e funcional, é contemporâneo e estiloso. Preparadas para arrasar?

 

Comentários 94

Hoje o papo é sério! Você sabia que o Dia Internacional de Luta Contra a Discriminação Racial é comemorado no dia 21 de março?

Pensando nisso, resolvemos fazer um post para esclarecer alguns pontos e juntos tentarmos mudar um pouquinho a realidade, ok? Afinal, a mudança começa em cada um de nós e é construída no nosso dia a dia, com pequenas (ou grandes) atitudes! 😉

Você sabe o que é a discriminação racial?

“Discriminação Racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência, origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e/ou exercício, em bases de igualdade, aos direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida pública” Art. 1.

E você sabe qual a origem da data?

Foi criada pela ONU em 1969 nesta precisa data devido ao massacre ocorrido em Joanesburgo a 21 de março de 1960: o Massacre de Sharpeville.

Neste dia 20.000 pessoas protestavam pacificamente contra a Lei do Passe, que obrigava a população negra a ser portadora de um cartão com identificação dos locais onde era permitida a sua circulação. A polícia do regime de apartheid disparou na multidão desarmada, causando 69 mortos e 186 feridos.

E como podemos combater o racismo?

Mudar comportamentos tão enraizados em uma sociedade não é algo simples de se fazer. Mas acreditamos que se cada um de nós começar a questionar comportamentos (próprios e alheios), e desconstruir ideias antigas, estaremos pelo menos um pouco mais próximos de um mundo mais justo.

Segue abaixo uma lista, divulgada pela ONU, de 10 maneiras de combater o racismo (ONU/UNICEF, 2010 – adaptação)

1. Eduque a sociedade para respeitar as diferenças. você pode encontrá-la nos tipos de brinquedos do seu filho, nos vários idiomas falados, nos costumes entre os amigos e pessoas de diferentes culturas, raças e etnias. Conviver com a diversidade é essencial!

2. Nem tudo que é piada é engraçado: Textos, histórias, olhares, piadas e expressões podem ser estigmatizantes com outras pessoas, culturas e tradições. Indigne-se e esteja alerta se isso acontecer – contextualize e sensibilize!

3. Não classifique o outro pela cor da pele ou simplesmente pelo seu fenótipo. Lembre-se: racismo é crime.

4. Se seu filho ou filha foi discriminado, abrace-o, apoie-o. Mostre-lhe que a diferença entre as pessoas é algo natural, pois faz parte da diversidade do mundo, e que cada um pode ser diferente e usufruir de seus direitos igualmente.

5. Denuncie. Em todos os casos de discriminação, você deve buscar defesa no conselho tutelar, nas ouvidorias dos serviços públicos, na OAB e nas delegacias. A discriminação é uma violação de direitos. Portanto, assim que você for abordado de forma racista, ou presenciar uma atitude racista, reaja prontamente: ligue de imediato para o 190 e registre uma ocorrência policial.

6. Estimule a convivência de crianças, adolescentes, jovens e adultos de diferentes raças e etnias nas brincadeiras, nas salas de aula, em casa ou em qualquer outro lugar ou ambiente.

7. Valorize e incentive o comportamento respeitoso e sem preconceito em relação à diversidade étnico-racial.

8. Muitas empresas estão revendo sua política de seleção e de pessoal com base na multiculturalidade e na igualdade racial. Procure saber se o local onde você trabalha participa também dessa agenda. Se não, fale disso com seus colegas e supervisores.

9. Órgãos públicos de saúde e de assistência social estão trabalhando com rotinas de atendimento sem discriminação para famílias indígenas e negras. Você pode cobrar essa postura dos serviços de saúde e sociais da sua cidade. Valorize as iniciativas nesse sentido.

10. As escolas são grandes espaços de aprendizagem. Em muitas, as crianças e os adolescentes estão aprendendo sobre a história e a cultura dos povos indígenas e da população negra, bem como sobre as alternativas para enfrentar o racismo. Verifique se a escola de seus filhos também adota essa postura, com a implantação da Lei 10.639/2003 e da Lei 11.645/2008.

Então, vamos juntos? Essas dicas podem parecer óbvias, mas podem nos ajudar a construir um mundo mais justo e igualitário se levadas a sério. Vamos respeitar as diferenças sempre, e não julgar “mimimi” o que pra você pode não ser uma realidade, mas para outros sim. O racismo é real, infelizmente. Vamos nos esforçar para que ele não seja.

Fonte: Lista Racial; Geledes; Calendarr

Comentários 94

Você já ficou com alguma dúvida na hora de comprar o seu jeans? São tantos modelos diferentes que bate uma insegurança mesmo, né? Pensando nisso, fizemos uma lista com as principais modelagens de calças jeans para te ajudar na escolha.

Salve esse GUIA DO JEANS na sua lista de favoritos e consulte sempre que precisar! <3

Então vem com a gente!

Skinny

A calça skinny é a que tem a modelagem mais justa ao corpo –mas não se preocupe. Não se trata de nada exagerado. É uma calça justa na medida certa, com todo estilo e conforto que você procura. O corte dela acompanha a linha do corpo e bem na barra da calça ela se afasta um pouco do corpo, seguindo junto a ele apenas no comprimento das pernas.

Skinny Mood

Qual é a diferença deste modelo para a skinny? A diferença está na barra da calça, que permanece mais justa até o final. Ao contrário da skinny regular em que a calça fica um pouco mais larguinha perto dos pés.

Slim

A calça slim também tem uma modelagem justa, mas se trata de um corte mais reto, não tão próximo ao contorno do corpo. A boca da calça é levemente reta, o que traz equilíbrio à silhueta.

Skinny double cut

Já viu que algumas calças têm a barra dobrada? O negócio  é o seguinte, pensando nas clientes mais altas, que têm as pernas mais longas, desenvolvemos este modelo para que a dobra da calça possa ser desfeita, para aumentar o comprimento. Esta dobra não é costurada, então pode-se usar das duas formas. Bem versátil e aquela carta na manga para quem tem as pernas mais compridas.

Boot Cut

A modelagem é justa até o joelho. A partir desta altura, o corte fica mais amplo. Não tem a barra muito larga, mas a boca da calça tem um diâmetro maior que os modelos skinny.

Boyfriend

Modelagem ampla e super confortável. Inspirada no corte das calças masculinas, a boyfriend é larguinha desde a região dos quadris até a barra.

Flare

Você já deve ter ouvido falar dela! Este modelo está entre nós já há algumas coleções e tem aquele ar retrô, que agora está pra lá de repaginado. A flare é a calça que já foi conhecida como “boca larga”. Com um novo nome e uma modelagem mais bonita, ela é uma peça muito interessante para compor seu guarda-roupa.

Wide Flare

Lembra da tal “boca de sino”? Apresentamos sua neta, a wide flare!  Esta calça tem a modelagem justa também até o joelho e a barra super ampla.

 

  • E qual calça fica melhor pra mim?

 

 

Quer saber qual desses modelos é ideal para o seu tipo de corpo? A resposta é simples: Todos! Por aqui, a gente não acredita nas regrinhas de que algumas peças servem apenas para determinados biotipos.

O jeans é democrático desde sua criação. Esta é a essência do material e também da nossa marca.

Escolha o modelo que você gosta e seja feliz com a sua calça nova! Quer inspirações sobre como combinar cada uma? Nossas redes estão cheias de dicas e combinações legais. Adapte seus looks às ocasiões, ao seu cotidiano e ao seu humor em cada dia. Moda é uma forma de expressão e defendemos que você fale em alto e bom som!

 

Escolheu sua calça nova?

Ótimo! Agora aproveite bastante!

#sejaoriginal – www.loja.patoge.com.br

Comentários 94

No Dia do Consumidor não queremos apenas te dar descontos incríveis. Acima de tudo, o que é importante para nós é reafirmar o compromisso com os nossos clientes, e agradecer a todos vocês que fazem parte da nossa caminhada!!! ❤

MAAAASS… Também temos descontos! OBA!!!

 

Comentários 94